quinta-feira, 1 de julho de 2010

Agora somos misóginos!


Por décadas, se usou o termo MACHISMO para acuar os homens sempre que alguém ousava questionar uma opinião feminina (e principalmente feminista), mas aí alguns focos de resistência surgiram e estes rebeldes resolveram assumir que são machistas e estão até hoje desafiando o Império Feminazista. Resolvemos assumir que somos machistas, pois tornou-se senso comum que Machismo significa “ser homem”, “ter vergonha na cara”, “brigar com mulher” (mesmo quando ela está errada), “não assumir filho dos outros”, “não namorar mulher rodada”, “não aceitar trocar papéis com a mulher”, “ser ciumento”, “sentar feito homem, com as pernas afastadas e fazendo cara de mau”, “andar comas pernas afastadas e balançando os ombros”, “chamar uma mulher de gostosa”, “evitar amizade com sujeitos efeminados”, “não aceitar traição”,”não sentir atração por mulheres masculinizadas”, “falar mal do feminismo”, entre outras coisas.

Como não vemos mal algum em termos estas atitudes e opiniões, não devemos negar que somos machistas ao sermos chamados assim. Negar e tentar se explicar é pura perda de tempo, pois para as feministas, um homem “não machista” é um sujeito apático, fraco, efeminado e totalmente submisso às vontades femininas. Sempre usam a tal da TPM para manipular os homens. Falam que um homem de verdade é compreensivo, e ser compreensivo é entender que a mulher não tem culpa de estar na TPM e fazer o máximo para acalmá-la quando ela estiver “nos dias”. Você pode começar por comprar aquele sapato “chi-quer-ri-mo” que ela viu no shopping semana passada. Você não deve insistir em fazer sexo se ela não quiser, mesmo que ela fique de TPM por mais de duas semanas. Se ela te atacar, você jamais deve revidar. Se ela te acertar um vaso na cabeça, não grite com ela e nem diga que doeu. Peça desculpas, pois se ela se irritou é porque você com certeza a deixou nervosa. Se você seguir todos esses passos, com certeza as feministas dirão que você é um homem de verdade e que está longe de ser um machista nojento, brucutu, homenzinho medieval cristão.

Como grande parte dos homens está longe de ser tão frouxo assim e muitos estão começando a ver como elogio ser chamado de machista (pois ser machista é ser totalmente o contrário do que eu descrevi acima), as feministas estão usando uma nova arma: “Seu misógino!”

Misoginia é a palavra do momento. É um termo forte, significa literalmente “medo de mulheres” ou “aversão a mulheres”. Olhem só como esta raça é pilantra, estão usando um novo termo para nos atacar, já que ser chamado de machista não está causando tanto efeito assim.

Autoras feministas já estão usando o termo misógino com certa freqüência e nas comunidades feministas, o termo também está se tornando recorrente. Novamente, as feminazis tentam incriminar homens decentes e honrados. Estão acusando homens que não aceitam o feminismo de odiarem as mulheres, como se feminismo fosse sinônimo de mulher. E é exatamente isso que muitas feministas querem: associar todas as mulheres ao feminismo, chegando ao ponto de chamar de “traidora” a mulher que não aceita o feminismo. Para essas feministas, é obrigação de toda mulher militar no movimento ou pelo menos concordar. Mas aí elas entram em contradição novamente...

Se o Feminismo é o movimento das mulheres, homens não deveriam fazer parte, não é mesmo? E se tem homem no movimento das mulheres, então quer dizer que estes homens são efeminados, pois se identificam com os problemas delas mais do que com os problemas de seus companheiros do sexo masculino. E ainda tem feminista com a cara de pau de dizer que os homens feministas são mais homens do que nós, porque eles gostam de mulher e que realmente as entendem. E desde quando é critério de feminilidade uma mulher procurar entender a cabeça masculina e ser compreensiva?

Feministas são umas cobras mentirosas; na verdade, são ainda piores do que as serpentes. Crie uma cobra, mas não se case com uma feminista.

Agora, ao invés de dizer que tal filme ou livro é machista, vão dizer que ele é misógino. Exemplo:

“A Bíblia é misógina. No Gênesis, fica claro que a danação da Humanidade foi culpa de Eva, uma mulher.”

“Naruto é um anime misógino. O personagem principal é menino e as poucas garotas que estão na série não são fortes e não são tão ambiciosas quanto os meninos. Existem comentários misóginos por toda a série.”

“Tolkien era misógino porque ele idealizava as mulheres nas histórias e dava os homens grandes feitos heróicos.”

“Aquele tal de Lobo Sagrado é o cara mais misógino que eu já vi. Ele criou uma comunidade par falar mal do feminismo. Nenhum homem de verdade pode ser contra feminismo, só os misóginos.”

As feministas estão tentando associar o ódio ao movimentinho safado delas com ódio ao próprio sexo feminino. Seria algo mais menos explicado por estes silogismos

O feminismo é a mulher;
João odeia o feminismo;
Portanto, João odeia as mulheres.

O feminismo luta pelas mulheres;
Misoginia é ser contra as mulheres;
Portanto, antifeministas são misóginos.

Todos que amam e respeitam as mulheres são feministas;
Marcos não é feminista;
Portanto, Marcos não ama e nem respeita as mulheres.

E para piorar a situação, as feminazis estão fazendo de tudo para “criminalizar” o machismo. A idéia parece absurda, mas se estivéssemos na Suécia, com certeza algo do tipo já existira. Como machismo é uma palavra genérica, estão usando agora o termo misoginia e o fazem associado ao racismo. Se odiar negro é crime (só negro, o índio, o japa, e o branco podem ser odiados à vontade), porque não é crime odiar mulheres, outro grupo super explorado e oprimido por milênios, não é mesmo? O dia que esta lei sair, blogs como este serão fechados e pessoas que ousarem falar publicamente o que estou escrevendo aqui poderão ser presas como criminosas de verdade.

9 comentários:

Igor Bonfim disse...

Misógino é um termo muito mais apelativo e forte do que machista.
Machista,segundo as feminazis, é só um sujeito que acredita na superioridade masculina. O misógino as odeia, o que aumenta o peso sobre o sujeito que é chamado dessa forma.
Mais uma artimanha desse movimento rasteiro.

"E para piorar a situação, as feminazis estão fazendo de tudo para “criminalizar” o machismo."

Certa vez dei olhada na maior comunidade feminista do orkut. Havia um tópico sobre a criminalização do machismo. Quando cliquei nele tomei um susto. Havia sido criado por um homem e esse queria propor medidas e soluções que pudessem viabilizar a tal criminalização. Lamentável que tenham homens que cheguem a esse ponto. Homem feminista é uma das piores formas de auto-rebaixamento e humilhação que já vi. O sujeito venera e apoia uma ideologia egoísta, moldada unicamente nos interesses femininos.

Libertas disse...

Concordo com a idéia do post. Pessoalmente abomino pontos extremos, como o machismo extremista, e feminismo. O feminismo é extremamente radical; a idéia principal do movimento (de igualdade entre os sexos) é uma farsa. O movimento feminista deseja, na verdade, tomar as rédeas da sociedade e conduzi-la da forma que melhor lhes aprouver. É um movimento essencialmente demagogo. Elas estão caindo na armadilha do sistema capitalista, que não está nem aí para os problemas dos sexos, mas utiliza as paixões de homens e mulheres para ficar cada vez mais forte e mortal. O movimento feminista somente contribui para o esfacelamento da sociedade humana, que está decrépita. Deveria existir um entendimento entre os sexos, já que compartilhamos do mesmo mundo e necessitamos uns dos outros para viver. A humanidade é mesmo desajuizada.

Mauricio Trindade disse...

Essa ideia de criminalização do machismo é muito tosca, nem sequer as feministas tem a coerência de falar em criminalização do sexismo, dando assim a entender que deveria ser punidos também a discriminação com relação aos homens.

Caramon disse...

No meu entender (que está de acordo com o dicionário Aurélio), "Machismo" não é uma crença na superioridade dos homens ante as mulheres. Pelo referido dicionário, ser "machista" é ou ser contrário ao feminismo, ou se portar como macho. "Acreditar na superioridade dos homens", como dizem as feminazi, já te qualifica como misógino, estando no mesmo nível de "odiar o que é feminino" (ainda segundo o dicionário).

carolinespash9481 disse...

Pra mim - e para o resto das pessoas sensatas e maduras do mundo - você nada mais é do que a mais pura imagem da decadência humana. Passei pelo seu blog por curiosidade, estava fazendo um trabalho escolar sobre o feminismo, e a página me chamou a atenção pelos termos mal-educados. Seus pots têm muito ódio e pouca argumentação. Você realmente curte levar essa vidinha tão cheia de ódio? Sabe, você se diz tão "cristão"... Mas as pessoas realmente cristãs sabem que o verdadeiro feminismo não é nada disso que você descreve no seu blog. Na boa, antes de sair por aí opinando faça o favor de se informar.

Lobo Sagrado disse...

Uma pirralha de ensino médio ("fazendo um trabalho escolar") querendo me dar lição de moral. Cada uma...

Já que a senhorita é tão informada, deveria saber que feminismo e cristianismo não se misturam muito bem.

"você nada mais é do que a mais pura imagem da decadência humana"

Por acaso vocuê me viu, em algum momento, defendendo a banalização do aborto, da promiscuidade, da pederastia, do maus tratos aos animais, defendendo comunistas, apoiando o PT ou chamando mulheres honradas de "prostitutas do lar?"

"cristãs sabem que o verdadeiro feminismo não é nada disso que você descreve no seu blog"

E você, sabe o que é feminismo? Continue pesquisando e depois volte aqui para me dizer o que aprendeu.

Elias Fonseca disse...

Lobo, na sua opinião homens devem ser cuidados pelas mães e esposas até morrer, pois estes não tem capacidade de exercer funções que são exercidas por elas, assim como um burguês aristocrata escravocrata não consegue arar a própria terra e acredita que apenas negros são feitos para tal (afirmação muito bem apoiada pela igreja em tempos mais remotos).
Tal afirmação legitimiza o racismo e a escravidão.

E exemplificando sua afirmação de filhos criados pelas mães: "meu pai morreu quando eu era muito pequeno, e fui criado pela minha mãe, logo não posso ser uma pessoa de bom carater ou serei homossexual/transexual/estuprador/pedófilo/serial killer/comunista comedor de criancinhas pois não participei da família nuclear"

O patriarcado, e seus adjacentes, legitimou estupro de mulheres pelo pai/namorado/irmão/amigo/colega de trabalho/chefe/padre/pastor (todos "bons homens"), legitimou o racismo, xenofobia, especismo [caso não conheça, é preconceito de espécie que os onívoros fazem]. Um exemplo é que NUNCA um homem branco hetero foi assassinado por ser um homem branco heterossexual.

Esse patriarcado também ensinou que ser estuprada, raptada ou escravizada por um estranho é uma atrocidade, mas ser estuprada e ou mantida como escrava do lar pelo namorado / marido não há problema. Ou que nesses casos ela o provocou. Jóia!

Você disse: "ditadura gay" e "Luto pelo meu direito de ser homem, heterossexual, chefe de família e de viver da forma como fui criado e como quero ser."
QUE DITADURA É ESSA? E VOCÊ PRATICAMENTE JÁ NASCEU COM ESSES DIRETOS QUEM TEM QUE CONQUISTA-LOS SÃO OS EXCLUIDOS DO PADRÃO MACHISTA, BRANCO, HETERO-NORMATIVO, RACISTA, ELITISTA, CRISTÃO.
Se acha um oprimido social? Tente ser negra, atéia e homossexual ou de classe C / D e deficiente física um dia só. Opressão se faz de cima para baixo e não vice-versa.

ESTIMO SUA LIBERTAÇÃO, seja por Cristo, Khrisna, Buda, Ateismo, amor ao próximo ou o que seja.

Lembresse que quem gera o chorume é esta falsa ideologia apenas baseada na PROPAGANDA DE ÓDIO emoções de um "macho". Tente de leve pensar diferente QUESTIONE-SE MELHOR e não esponha hitlerismo/mussolinismos nesse MEIN KAMPF que você chama de blog.

jiraya disse...

Todos os argumentos feministas são a mesma coisa. Ficam citando injustiças de 100 anos atráz. Tanto a mulher, como o negro já possuem hj MAIS PRIVILÉGIOS legalmente do que homem branco.
As mulheres se aposetam mais cedo, vivem mais, tem leis de agressão própias, são insetas do serviço militar, recebem MUITO mais apoio do governo na saúde, caramba até vagões de trem elas tem...
Nós negros(é eu sou negro), podemos ofender branco a vontade se ele nos ofender vai preso, temos cotas em universidades...
Aonde está a igualdade nessa troço? O governo não me deve NADA, nunca fui escravo. Trabalho e faço facul, não rebaixo a isso, não preciso disso. Não tive que conquistar direito nenhum, que história é essa? A libertaçao foi boa, o feminismo no passsado tb. Mas hj não tem sentido esses movimentos, pelo menos não LEGALMENTE.

Lobo Sagrado disse...

Jiraya,

É por aí mesmo, cara. Esta gente oportunista usa argumentos ultrapassados e tenta tirar vantagem do sofrimento de seus antepassados.

Esta turma se faz de vítima, sendo que muitos são oriundos da classe média e nunca sofreram a opressão e discriminação das quais dizem tanto sofrer.

O feminismo é ridículo por isso.